Quem somos

Sobre Nós

Posição Teológica

Educação à Distância

Reconhecimento

O SETEB - Seminário Teológico Evangélico Bíblico – existe há 16 anos para oferecer uma educação teológica de qualidade a todos os cristãos reconhecidamente evangélicos.

 

Na administração de nossas políticas educacionais, de admissão e cursos, não discriminamos com base em gênero, raça, cor, nacionalidade ou origem étnica. No entanto, por sermos uma organização teológica vocacional, nós aceitamos apenas aqueles alunos que sejam reconhecidamente evangélicos, independentemente da filiação denominacional.

 

Nós somos um ministério evangélico educacional que serve a todos os cristãos de todas as igrejas reconhecidamente evangélicas. Não somos nem estamos filiados a qualquer igreja ou denominação, mas os nossos alunos e professores são membros de uma extensa variedade de igrejas evangélicas.

 

Nós não temos fins comerciais. Nós somos mantidos pelas taxas cobradas dos alunos e por ofertas voluntárias de indivíduos e igrejas que também estão comprometidos em facilitar o acesso à educação teológica evangélica.

 

O SETEB NÃO É uma IES (Instituição de Ensino Superior), faculdade ou uma entidade regulamentada e reconhecida pelo MEC/CAPES. O SETEB não oferece de si e por si mesmo cursos superiores registrados no MEC/CAPES. Porém, procuramos funcionar com uma qualidade igual às IES. Nossos materiais, avaliações, organização etc., procuram se igualar aos critérios e regulamentações estabelecidas pelo MEC/CAPES para a educação de nível superior.

 

Nós somos uma organização religiosa sem fins lucrativos e que é regida por seu estatuto social e em conformidade com as leis brasileiras.

 

Por sermos um ministério transdenominacional, nós temos assumido como posição teológica o Pacto de Lausanne, especialmente por causa de sua abrangência evangélica, e que tem sido ligeiramente adaptado e resumido abaixo.

 

O Propósito de Deus

Afirmamos a nossa crença no único Deus eterno, Criador e Senhor do Mundo, Pai, Filho e Espírito Santo, que governa todas as coisas segundo o propósito da sua vontade. Ele tem chamado do mundo um povo para si, enviando-o novamente ao mundo como seus servos e testemunhas, para estender o seu reino, edificar o corpo de Cristo, e também para a glória do seu nome.

Textos Bíblicos: Is 40.28; Mt 28.19; Ef 1.11; At 15.14; Jo 17.6, 18; Ef 4.12; 1 Co 5.10; Rm 12.2; 2 Co 4.7.

 

A Autoridade e o Poder da Bíblia

Afirmamos a inspiração divina, a veracidade e autoridade das Escrituras tanto do Velho como do Novo Testamento, em sua totalidade, como única Palavra de Deus escrita, sem erro em tudo o que ela afirma, e a única regra infalível de fé e prática. Também afirmamos o poder da Palavra de Deus para cumprir o seu propósito de salvação. A mensagem da Bíblia destina-se a toda a humanidade, pois a revelação de Deus em Cristo e na Escritura é imutável. Através dela o Espírito Santo fala ainda hoje. Ele ilumina as mentes do povo de Deus em toda cultura, de modo a perceberem a sua verdade, de maneira sempre nova, com os próprios olhos, e assim revela a toda a igreja uma porção cada vez maior da multiforme sabedoria de Deus.

Textos Bíblicos: 2 Tm 3.16; 2 Pd 1.21; Jo 10.35; Is 55.11; 1 Co 1.21; Rm 1.16, Mt 5.17,18; Jd 3; Ef 1.17,18; 3.10,18.

 

A Singularidade e a Universalidade de Cristo

Nós afirmamos que há um só Salvador e um só evangelho, embora exista uma ampla variedade de maneiras de se realizar a obra de evangelização. Reconhecemos que todos os homens têm algum conhecimento de Deus através da revelação geral de Deus na natureza. Mas negamos que tal conhecimento possa salvar, pois os homens, por sua injustiça, suprimem a verdade. Também rejeitamos, como depreciativo de Cristo e do evangelho, todo e qualquer tipo de sincretismo ou de diálogo cujo pressuposto seja o de que Cristo fala igualmente através de todas as religiões e ideologias. Jesus Cristo, sendo ele próprio o único Deus-homem, que se ofereceu a si mesmo como único resgate pelos pecadores, é o único mediador entre Deus e os homens. Não existe nenhum outro nome pelo qual importa que sejamos salvos. Todos os homens estão perecendo por causa do pecado, mas Deus ama todos os homens, desejando que nenhum pereça, mas que todos se arrependam. Entretanto, os que rejeitam Cristo repudiam o gozo da salvação e condenam-se à separação eterna de Deus. Proclamar Jesus como "o Salvador do mundo" não é afirmar que todos os homens, automaticamente, ou ao final de tudo, serão salvos; e muito menos que todas as religiões ofereçam salvação em Cristo. Trata-se antes de proclamar o amor de Deus por um mundo de pecadores e convidar todos os homens a se entregarem a ele como Salvador e Senhor no sincero compromisso pessoal de arrependimento e fé. Jesus Cristo foi exaltado sobre todo e qualquer nome. Anelamos pelo dia em que todo joelho se dobrará diante dele e toda língua o confessará como Senhor.

Textos Bíblicos: Gl 1.6-9; Rm 1.18-32; 1 Tm 2.5,6; At 4.12; Jo 3.16-19; 2 Pd 3.9; 2 Ts 1.7-9; Jo 4.42; Mt 11.28; Ef 1.20,21; Fp 2.9-11.

 

A Natureza da Evangelização

Evangelizar é difundir as boas novas de que Jesus Cristo morreu por nossos pecados e ressuscitou segundo as Escrituras, e de que, como Senhor e Rei, ele agora oferece o perdão dos pecados e o dom libertador do Espírito a todos os que se arrependem e creem. A nossa presença cristã no mundo é indispensável à evangelização, e o mesmo se dá com aquele tipo de diálogo cujo propósito é ouvir com sensibilidade, a fim de compreender. Mas a evangelização propriamente dita é a proclamação do Cristo bíblico e histórico como Salvador e Senhor, com o intuito de persuadir as pessoas a vir a ele pessoalmente e, assim, se reconciliarem com Deus. Ao fazermos o convite do evangelho, não temos o direito de esconder o custo do discipulado. Jesus ainda convida todos os que queiram segui-lo a negarem-se a si mesmos, tomarem a cruz e identificarem-se com a sua nova comunidade. Os resultados da evangelização incluem a obediência a Cristo, o ingresso em sua igreja e um serviço responsável no mundo.

Textos Bíblicos: 1 Co 15.3,4; At 2.32-39; Jo 20.21; 1 Co 1.23; 2 Co 4.5; 5.11,20; Lc 14.25-33; Mc 8.34; At 2.40,47; Mc 10.43-45.

 

A Responsabilidade Social Cristã

Afirmamos que Deus é o Criador e o Juiz de todos os homens. Portanto, devemos partilhar o seu interesse pela justiça e pela conciliação em toda a sociedade humana, e pela libertação dos homens de todo tipo de opressão. Porque a humanidade foi feita à imagem de Deus, toda pessoa, sem distinção de raça, religião, cor, cultura, classe social, sexo ou idade possui uma dignidade intrínseca em razão da qual deve ser respeitada e servida, e não explorada. Embora a reconciliação com o homem não seja reconciliação com Deus, nem a ação social evangelização, nem a libertação política salvação, afirmamos que a evangelização e o envolvimento sócio-político são ambos parte do nosso dever cristão. Pois ambos são necessárias expressões de nossas doutrinas acerca de Deus e do homem, de nosso amor por nosso próximo e de nossa obediência a Jesus Cristo. A mensagem da salvação implica também uma mensagem de juízo sobre toda forma de alienação, de opressão e de discriminação, e não devemos ter medo de denunciar o mal e a injustiça onde quer que existam. Quando as pessoas recebem Cristo, nascem de novo em seu reino e devem procurar não só evidenciar, mas também divulgar a retidão do reino em meio a um mundo injusto. A salvação que alegamos possuir deve estar nos transformando na totalidade de nossas responsabilidades pessoais e sociais. A fé sem obras é morta.

Textos Bíblicos: At 17.26,31; Gn 18.25; Is 1.17; Sl 45.7; Gn 1.26,27; Tg 3.9; Lv 19.18; Lc 6.27,35; Tg 2.14-26; Jo 3.3,5; Mt 5.20; 6.33; 2 Co 3.18; Tg 2.20.

 

A Igreja e a Evangelização

Afirmamos que Cristo envia o seu povo redimido ao mundo assim como o Pai o enviou, e que isso requer uma penetração de igual modo profunda e sacrificial. Precisamos deixar os nossos guetos eclesiásticos e penetrar na sociedade não-cristã. Na missão de serviço sacrificial da igreja a evangelização é primordial. A evangelização mundial requer que a igreja inteira leve o evangelho integral ao mundo todo. A igreja ocupa o ponto central do propósito divino para com o mundo, e é o agente que ele promoveu para difundir o evangelho. Mas uma igreja que pregue a Cruz deve, ela própria, ser marcada pela Cruz. Ela torna-se uma pedra de tropeço para a evangelização quando trai o evangelho ou quando lhe falta uma fé viva em Deus, um amor genuíno pelas pessoas, ou uma honestidade escrupulosa em todas as coisas, inclusive em promoção e finanças. A igreja é antes a comunidade do povo de Deus do que uma instituição, e não pode ser identificada com qualquer cultura em particular, nem com qualquer sistema social ou político, nem com ideologias humanas.

Textos Bíblicos: Jo 17.18; 20.21; Mt 28.19,20; At 1.8; 20.27; Ef 1.9,10; 3.9-11; Gl 6.14,17; 2 Co 6.3,4; 2 Tm 2.19-21; Fp 1.27.

Cooperação na Evangelização

Afirmamos que é propósito de Deus haver na igreja uma unidade visível de pensamento quanto à verdade. A evangelização também nos convoca à unidade, porque o ser um só corpo reforça o nosso testemunho, assim como a nossa desunião enfraquece o nosso evangelho de reconciliação. Reconhecemos, entretanto, que a unidade organizacional pode tomar muitas formas e não ativa necessariamente a evangelização. Contudo, nós, que partilhamos a mesma fé bíblica, devemos estar intimamente unidos na comunhão uns com os outros, nas obras e no testemunho. Empenhamo-nos por encontrar uma unidade mais profunda na verdade, na adoração, na santidade e na missão.

Textos Bíblicos: Rm 1.8; Fp 1.5; 4.15; At 13.1-3, 1 Ts 1.6-8.

 

Urgência da Tarefa Evangelística

Mais de dois bilhões e setecentos milhões de pessoas, ou seja, mais de dois terços da humanidade, ainda estão por serem evangelizadas. Causa-nos vergonha ver tanta gente esquecida; continua sendo uma reprimenda para nós e para toda a igreja. Existe agora, entretanto, em muitas partes do mundo, uma receptividade sem precedentes ao Senhor Jesus Cristo. Estamos convencidos de que esta é a ocasião para que as igrejas e as instituições para-eclesiásticas orem com seriedade pela salvação dos não-alcançados e se lancem em novos esforços para realizarem a evangelização mundial. O alvo deve ser o de conseguir por todos os meios possíveis e no menor espaço de tempo, que toda pessoa tenha a oportunidade de ouvir, de compreender e de receber as boas novas. Não podemos esperar atingir esse alvo sem sacrifício.

Textos Bíblicos: Jo 9.4; Mt 9.35-38; Rm 9.1-3; 1 Co 9.19-23; Mc 16.15; Is 58.6,7; Tg 1.27; 2.1-9; Mt 25.31-46; At 2.44,45; 4.34,35.

Evangelização e Cultura

O desenvolvimento de estratégias para a evangelização mundial requer metodologia nova e criativa. Com a bênção de Deus, o resultado será o surgimento de igrejas profundamente enraizadas em Cristo e estreitamente relacionadas com a cultura local. A cultura deve sempre ser julgada e provada pelas Escrituras. Porque o homem é criatura de Deus, parte de sua cultura é rica em beleza e em bondade; porque ele experimentou a queda, toda a sua cultura está manchada pelo pecado, e parte dela é demoníaca. O evangelho não pressupõe a superioridade de uma cultura sobre a outra, mas avalia todas elas segundo o seu próprio critério de verdade e justiça, e insiste na aceitação de valores morais absolutos, em todas as culturas. Os evangelistas de Cristo têm de, humildemente, procurar esvaziar-se de tudo, exceto de sua autenticidade pessoal, a fim de se tornarem servos dos outros, e as igrejas têm de procurar transformar e enriquecer a cultura; tudo para a glória de Deus.

Textos Bíblicos: Mc 7.8,9,13; Gn 4.21,22; 1 Co 9.19-23; Fp 2.5-7; 2 Co 4.5.

 

Educação e Liderança

Apoiamos integralmente os princípios que regem a formação de uma igreja de fato nacional, e ardentemente desejamos que toda a igreja tenha líderes nacionais que manifestem um estilo cristão de liderança não em termos de domínio, mas de serviço. Reconhecemos que há uma grande necessidade de desenvolver a educação teológica, especialmente para líderes eclesiásticos. Em toda nação e em toda cultura deve haver um eficiente programa de treinamento para pastores e leigos em doutrina, em discipulado, em evangelização, em edificação e em serviço. Este treinamento não deve depender de uma metodologia estereotipada, mas deve se desenvolver a partir de iniciativas locais criativas, de acordo com os padrões bíblicos.

Textos Bíblicos: Cl 1.27,28; At 14.23; Tt 1.5,9; Mc 10.42-45; Ef 4.11,12.

 

Conflito Espiritual

Cremos que estamos empenhados num permanente conflito espiritual com os principados e potestades do mal, que querem destruir a igreja e frustrar sua tarefa de evangelização mundial. Sabemos da necessidade de nos revestirmos da armadura de Deus e combater esta batalha com as armas espirituais da verdade e da oração. Pois percebemos a atividade no nosso inimigo, não somente nas falsas ideologias fora da igreja, mas também dentro dela em falsos evangelhos que torcem as Escrituras e colocam o homem no lugar de Deus.

Precisamos tanto de vigilância como de discernimento para salvaguardar o evangelho bíblico.

Textos Bíblicos: Ef 6.12; 2 Co 4.3,4; Ef 6.11,13-18; 2 Co 10.3-5; 1 Jo 2.18-26; 4.1-3; Gl 1.6-9; 2 Co 2.17; 4.2; Jo 17.15.

 

O Poder do Espírito Santo

Cremos no poder do Espírito Santo. O pai enviou o seu Espírito para dar testemunho do seu Filho. Sem o testemunho dele o nosso seria em vão. Convicção de pecado, fé em Cristo, novo nascimento cristão, é tudo obra dele. De mais a mais, o Espírito Santo é um Espírito missionário, de maneira que a evangelização deve surgir espontaneamente numa igreja cheia do Espírito. A igreja que não é missionária contradiz a si mesma e debela o Espírito. A evangelização mundial só se tornará realidade quando o Espírito renovar a igreja na verdade, na sabedoria, na fé, na santidade, no amor e no poder. Portanto, instamos com todos os cristãos para que orem pedindo pela visita do soberano Espírito de Deus, a fim de que o seu fruto todo apareça em todo o seu povo, e que todos os seus dons enriqueçam o corpo de Cristo. Só então a igreja inteira se tornará um instrumento adequado em Suas mãos, para que toda a terra ouça a Sua voz.

Textos Bíblicos: 1 Co 2.4; Jo 15.26;27; 16.8-11; 1 Co 12.3; Jo 3.6-8; 2 Co 3.18; Jo 7.37-39; 1 Ts 5.19; At 1.8; Sl 85.4-7; 67.1-3; Gl 5.22,23; 1 Co 12.4-31; Rm 12.3-8).

 

O Retorno de Cristo

Cremos que Jesus Cristo voltará pessoal e visivelmente, em poder e glória, para consumar a salvação e o juízo. Esta promessa de sua vinda é um estímulo ainda maior à evangelização, pois lembramo-nos de que ele disse que o evangelho deve ser primeiramente pregado a todas as nações. Acreditamos que o período que vai desde a ascensão de Cristo até o seu retorno será preenchido com a missão do povo de Deus, que não pode parar esta obra antes do Fim. Também nos lembramos da sua advertência de que falsos cristos e falsos profetas apareceriam como precursores do Anticristo. Portanto, rejeitamos como sendo apenas um sonho da vaidade humana a idéia de que o homem possa algum dia construir uma utopia na terra. A nossa confiança cristã é a de que Deus aperfeiçoará o seu reino, e aguardamos ansiosamente esse dia, e o novo céu e a nova terra em que a justiça habitará e Deus reinará para sempre. Enquanto isso, nos re-dedicamos ao serviço de Cristo e dos homens em alegre submissão à sua autoridade sobre a totalidade de nossas vidas.

Textos Bíblicos: Mc 14.62; Hb 9.28; Mc 13.10; At 1.8-11; Mt 28.20; Mc 13.21-23; Jo 2.18; 4.1-3; Lc 12.32; Ap 21.1-5; 2 Pd 3.13; Mt 28.18.

 

 

Há muitas vantagens em estudar à distância pelo nosso sistema. Nosso ensino à distância online é:

 

Conveniente

O ambiente online lhe dá a vantagem de estudar quando e onde você quiser, contanto que tenha um computador com acesso à Internet perto de você. Nossos cursos são assíncronos, permitindo-lhe equilibrar os seus estudos no SETEB com a sua agenda pessoal. Estudando conosco você não precisa se preocupar se irá chegar atrasado às aulas ou perder matérias – simplesmente conecte-se ao site quando lhe for conveniente e tenha o material didático sempre à sua disposição! Pois o ensino à distância online se estende até onde as pessoas estão, sem que elas necessitem deixar seus lares, trabalhos, comunidades e congregações locais. O aluno tem liberdade para ditar seu próprio ritmo de aprendizado, estudando no horário e no lugar que achar melhor.

 

De qualidade

Nós usamos o mesmo rigor usado no estudo presencial para a educação à distância mediada pela Internet; porém, com maior flexibilidade, algo próprio da EAD. Nós usamos materiais didáticos de qualidade e acessíveis em linguagem, estilo e conteúdo, encorajando o aluno a estudar por si mesmo sem perda de qualidade.

 

Fácil

Nós usamos a plataforma Moodle de e-leaning. Usando o Moodle, os estudantes têm um fácil acesso online aos cursos, disciplinas e materiais didáticos. Eles podem se conectar de qualquer computador com acesso à Internet e fazer o download dos materiais didáticos, enviar as avaliações ou responder aos questionários sem a necessidade de conhecimentos avançados de informática.

 

Teológica

Nosso sistema ajuda a ensinar sobre Deus, como Ele é e o que faz e como podemos servi-lo. Ele educa aos alunos em todos os fundamentos básicos da fé cristã com textos que ajudam os estudantes a estudarem a Bíblia, a teologia e o ministério cristão de modo sistemático.

 

Educacional

Nosso sistema também está edificado sobre saudáveis princípios de educação que geram um efetivo aprendizado, alcançando os alunos em seu próprio ambiente com um ensino de alto nível.

 

Transformacional

Nós não estamos preocupados em meramente transmitir informações. Pelo contrário, temos por objetivo a transformação moral do aluno e capacitação ministerial por meio da aplicação prática da Palavra de Deus.

 

Pastoral

É pastoral no sentido de preparar obreiros que realmente possam cuidar de pessoas em qualquer nível de ministério e liderança, ao invés de apenas formar administradores, pregadores e profissionais de teologia.

 

Contextualizada

Pode ser facilmente adaptado às necessidades dos alunos e aplicado dentro do contexto da igreja e da comunidade que a circunda.

 

Prática

O aluno aprende fazendo, pois existem tarefas que o ajudam a colocar imediatamente em prática o que foi aprendido.

 

Facilitada

O aluno recebe o acompanhamento de um orientador qualificado durante todo o curso para ajudá-lo em seus estudos.

 

Atual

O uso de tecnologias da informação como o computador e a Internet, infelizmente, ainda é visto por muitos cristãos de forma preconceituosa. Existem muitas ideias erradas sobre a educação à distância, especialmente quando ela é mediada pela Internet. Muitas pessoas acham que ela é uma alternativa de péssima qualidade e que não chega nem perto de oferecer o que um ensino presencial oferece. Mas este é um infeliz engano, uma vez que a educação à distância pode até mesmo oferecer um ensino de maior qualidade do que muitas escolas presenciais. E com maiores vantagens!

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS

 

A seguir, fazendo uso de perguntas e respostas, nós queremos desmistificar a Educação Teológica à Distância e esclarecer as dúvidas mais frequentes em relação a modo de educação.

 

O que é a Educação Teológica à Distância?

É preciso entender que Educação Teológica À Distância é simplesmente um modelo educacional onde o aluno e o professor não estão face a face. O ensino e a comunicação acontecem através de métodos variados: correio convencional, e-mail, áudio e vídeo, encontros periódicos presenciais ou online etc. Em nosso caso específico, a comunicação é feita basicamente por meio de e-mail, mas ocasionalmente também podemos usar ferramentas de comunicação online como o Skype. Nós utilizamos um Ambiente Virtual de Aprendizagem – a plataforma Moodle – para liberar os materiais didáticos aos alunos e eles podem acessar esses materiais 24 horas por dia.

 

A educação teológica à distância é inferior à educação presencial?

De maneira nenhuma! A Educação Teológica À Distância foi estabelecida para lidar com o aumento das necessidades educacionais que não podem ser supridas pelos sistemas tradicionais de educação teológica presencial. A Educação Teológica À Distância não está em concorrência com o ensino presencial e nem existe para piorar a qualidade do ensino em busca de modelos mais baratos. Não tem o objetivo de roubar o espaço do ensino presencial, mas sim o de oferecer oportunidades reais e de qualidade para quem não tem acesso a ou não quer fazer uso de o ensino presencial.

Muitos cristãos sentem a necessidade de se preparar mais para melhor servir ao Senhor, mas não podem pagar um seminário ou instituto bíblico convencional. Outros não sentem a necessidade de deixar seus empregos, famílias ou congregações locais para obter uma melhor educação bíblica em outro lugar. A Educação Teológica À Distância, então, cria oportunidades educacionais para aquelas pessoas que não podem ou não querem se beneficiar do sistema educacional teológico convencional por qualquer que seja a razão.

 

O material didático da educação teológica a distância é de qualidade inferior e de conteúdo difícil para o aluno?

Não! A Educação Teológica A Distância usa materiais de aprendizado de alta qualidade que são amigáveis ao estudante. O sistema tradicional geralmente faz uso de textos altamente especializados que, na maioria das vezes, está além da capacidade de compreensão e aquisição do aluno. A Educação Teológica A Distância, no entanto, faz uso de materiais cuja linguagem, estilo e conteúdo são amplamente acessíveis ao estudante, encorajando-o a estudar por si mesmo sem perda de qualidade.

A Educação Teológica A Distância é, sem sombras de dúvidas, uma efetiva e importante alternativa ao modelo tradicional de educação residencial (ou semirresidencial) dos seminários e institutos bíblicos convencionais, além de oferecer, na maioria das vezes, maiores vantagens do que o sistema tradicional.

 

Para quem é a educação teológica à distância?

A Educação Teológica À Distância está aberta a todos, mas ela atende melhor a um perfil específico de aluno. A pessoa que não se encaixa neste perfil terá pouco ou nenhum sucesso na utilização da Educação Teológica À Distância para sua capacitação ministerial.

Educação Teológica À Distância se destina basicamente à pessoa que dispõe de pouco tempo ou recursos financeiros para estudar em um seminário ou instituto bíblico presencial ou em regime de internato. Além disso, o aluno que será bem sucedido na Educação Teológica À Distância deverá cumprir algumas exigências técnicas e pessoais.

 

Veja a seguir uma lista de exigências que você deve cumprir para ser um aluno bem-sucedido da Educação Teológica À Distância. Analise honestamente se estas afirmações são verdadeiras ao seu respeito:

 Você tem acesso frequente a um computador conectado à Internet.

 Você sabe usar em nível básico programas como o Word e Acrobat Reader.

 Você sabe usar o computador para enviar e receber e-mails.

 Você sabe usar ferramentas como MSN, Google Talk ou Skype.

 Você sabe usar um navegador de Internet como o Internet Explorer ou o Firefox.

 Você sabe procurar informações na Internet usando serviços como o Google.

 Você gosta de ler e de estudar de forma independente.

 Você é bom em cumprir suas próprias metas de estudo.

 Você é bom para seguir instruções.

 Você não precisa consultar muito ao professor/tutor; antes, prefere buscar as soluções para suas dúvidas e problemas por conta própria.

 Você gosta de pesquisar por conta própria.

 Você gosta de experimentar novos métodos de aprendizagem.

 Você é uma pessoa com bastante força de vontade e que gosta de terminar o que começa.

 Você é uma pessoa dinâmica e aceita bem e se adapta às mudanças que surgem.

 Você é uma pessoa disciplinada para perseguir suas metas.

 Você é capaz de controlar o seu tempo, reservando diariamente um momento para seus estudos.

 Você é capaz de se concentrar em suas tarefas e só ‘sossega’ quando as conclui.

 

Se você perguntasse, “Mas, se hoje não tenho todos esses requisitos, eu não poderia adquiri-los enquanto estou estudando?”, nós responderíamos que sim. Porém, você deverá ter uma determinação "de aço", bem como uma disposição e flexibilidade suficientes para mudar e adaptar-se à Educação Teológica À Distância.

Se você estiver disposto, tal esforço será grandemente recompensado.

 

Um curso por educação teológica à distância requer muita disciplina pessoal?

Requer disciplina, sim, pois o curso só será cumprido por iniciativa do próprio aluno. Mas, não é nada que comprometa outras atividades com as quais o aluno já esteja envolvido.

 

Como é o processo de ensino-aprendizado e de convívio entre os alunos e os facilitadores em um curso por educação teológica à distân?

Depende do método empregado. No nosso caso, ele depende mais dos conteúdos online que o aluno acessa e estuda por conta própria. O convívio dos alunos entre si e destes com os facilitadores acontece basicamente por meio de e-mail.

 

Existe reprovação em cursos estudados na educação teológica à distância?

Como em qualquer curso, pode haver reprovação, desde que o aluno não atinja a média necessária para a aprovação.

Qual é a diferença entre um curso reconhecido pelo MEC e um curso “livre” de educação à distância?

Um curso reconhecido pelo MEC permite ao aluno obter um diploma aceito em toda a federação brasileira para fins de exercício profissional ou continuação de estudos acadêmicos. Um curso "livre", por sua vez, é certificado diretamente pela instituição ou responsável pelo mesmo, mas tal certificação não tem nenhuma validade legal na evolução acadêmica secular do aluno. Ele é aceito somente em uma esfera restrita do mundo acadêmico como a militar e a eclesiástica. Saiba mais sobre isso em Reconhecimento.

 

Todos os alunos têm que fazer o curso no mesmo horário?

Não necessariamente. Os cursos mais avançados por Internet costumam ser “assíncronos”, isto é, os alunos fazem o curso em horários variados, na hora em que querem ou podem, desde que cumpram a escala de trabalhos nos prazos ajustados e participem das interações previstas para o curso. Então, os cursos assíncronos por Internet tendem a dominar o cenário da Educação Teológica A Distância, especialmente para pessoas que precisam de maior flexibilidade geográfica e de horários. No entanto, alguns cursos podem exigir que os todos alunos acessem ao ambiente virtual de aprendizagem no mesmo dia e horário previamente determinados.

 

Um curso por educação teológica a distância exige equipamentos e softwares especiais?

Em nosso caso, nós não exigimos equipamentos ou softwares especiais. Porém, é necessário que o aluno saiba navegar em um browser (navegador) como Internet Explorer® ou Firefox®, trocar e-mails e redigir em um processador de texto como o MS-Word® ou BrOffice®.

O aluno de um curso por educação teológica à distância tem que utilizar banda larga?

Não. Em nosso caso específico, o aluno pode fazer o seu curso em qualquer lugar, em qualquer horário e com qualquer tecnologia onde haja um computador capaz de conectar-se à Internet, seja qual for a tecnologia que utilize.

 

O aluno tem que fazer um curso sempre no mesmo computador?

Em nosso caso, não. Pois para estudar ele utilizará um programa comum de navegação, como o Internet Explorer®, e basta se conectar, entrar no ambiente virtual de aprendizagem com seu nome de usuário e sua senha. Isso pode ser feito no computador de casa, do emprego, em uma LAN House, em um hotel, etc.

O aluno de um curso por educação teológica à distância tem que ter computador em sua própria casa?

Isso é desejável, conveniente e confortável, mas como ele pode fazer o seu curso em qualquer computador conectado à Internet, ele pode utilizar o equipamento da empresa em que trabalha (se a empresa permitir), de um amigo, de um parente, de um Internet Café ou LAN House, etc.

 

Um aluno de educação teológica à distância tem que estar conectado o tempo todo?

Em nosso caso, não. Nós trabalhamos com cursos que utilizam mais intensamente os recursos “assíncronos" (isto é, os que permitem o estudo de todos os alunos em horários diferentes). Assim, em geral o aluno se conecta apenas para "pegar" o material didático, verificar as atualizações, se tem mensagens para ele, enviar tarefas, etc. Daí ele pode se desconectar, fazer o que deve ser feito e só voltar a se conectar para enviar o fruto do seu estudo ao ambiente virtual de aprendizagem.

Em geral um curso por educação teológica à distância é bem mais barato do que um presencial: é por ter uma qualidade inferior?

Muito pelo contrário! Por não obrigar altas despesas com aluguel de prédios, compra de móveis e equipamentos, e salário de equipes de manutenção, os cursos por Educação Teológica A Distância podem ser bem mais baratos e, ao mesmo tempo, oferecer maior qualidade no processo de aprendizado, na medida em que a receita gerada pode ser investida principalmente em aprimorar os recursos pedagógicos e de conteúdo.

 

Em quais aspectos um curso por educação teológica à distância é mais econômico?

Em inúmeros aspectos, pois não obriga o aluno a gastar com transporte ou estacionamento, alimentação, vestuário e outras despesas comuns em cursos presenciais. Além de ser muito mais seguro, o que é um aspecto cada vez mais importante, pois o curso pode ser feito na tranquilidade do lar, em viagens ou em horários permitidos pela empresa onde o aluno trabalha. A despesa do aluno será basicamente com o acesso à Internet, o que na maioria dos casos não é gerada apenas pelo estudo em si.

 

A única vantagem de um curso por educação teológica à distância é a economia para o aluno?

Não. A despeito de a economia ser sensível (mensalidades ou taxas bem menores, sem gastos com transporte, estacionamento, alimentação e vestuário, etc.), esta não é a única vantagem. É muito importante aprender a aprender e a produzir de modo colaborativo, em um mundo onde imperam cada vez mais a informação online e os processos de trabalho em rede. Além disso, o aluno por Educação Teológica A Distância é incentivado a ter iniciativa – pesquisa na rede Internet, apresenta questões ao grupo com maior franqueza, não depende tanto de ser tímido ou mais arrojado para participar – e é motivado a aprender a se organizar, com profundos reflexos futuros na qualidade de sua vida pessoal e profissional. Por esta razão os alunos que fizeram cursos por Educação Teológica A Distância já são preferidos pelas empresas de alguns países da Europa, ao se diferenciar dos demais.

 

Os cursos à distância podem ser feitos em qualquer lugar do mundo?

Sim, pois a cobertura da Internet é mundial. No entanto, nossos são voltados apenas para aqueles capazes de ler, escrever e falar em português.

 

 

 

 

De si e por si mesmo, o SETEB oferece apenas cursos livres, eclesiásticos ou ministeriais, ou seja, somente para fins de ordenação e capacitação para os mais diversos ofícios e serviços eclesiásticos. Nós não somos uma IES - Instituição de Ensino Superior e, portanto, nossos cursos não são reconhecidos pelo MEC como os cursos oferecidos pelas IES.

 

Sobre o reconhecimento do MEC

O fato de um seminário e seus diplomas não terem o reconhecimento do MEC não significa de modo algum que ele seja inferior em termos de qualidade ou inútil do ponto de vista acadêmico e ministerial. Ele é plenamente válido para a continuação dos seus estudos em centros educacionais evangélicos livres, não havendo nenhuma razão legal para que não seja plenamente reconhecido por qualquer igreja ou instituição evangélica de ensino livre, seja para o desempenho de funções ministeriais, administrativas ou acadêmicas no âmbito eclesiástico. E, em alguns casos, os estudos podem ser convalidados ou integralizados em uma IES que ofereça tais opções.

 

Reconhecimento interdenominacional

Nós temos alunos de diversas denominações evangélicas como: Assembleia de Deus, Batista, Presbiteriana, Metodista/Wesleyana, Luterana, Episcopal/Anglicana, Nazareno, Quadrangular etc., além de dezenas de denominações e igrejas independentes. Mais de 70% de nossos alunos são pastores denominacionais confirmando que nossos cursos são bem aceitos em vários contextos eclesiásticos. No entanto, no caso de ordenação ministerial, é altamente recomendável que o candidato a aluno do SETEB consulte a sua igreja/denominação para certificar-se das políticas adotadas por ela em relação à formação ministerial em outras instituições não pertencentes ao seu círculo denominacional, pois algumas denominações, infelizmente, só aceitam cursos e diplomas de seus próprios seminários e institutos bíblicos.

 

MATRICULE-SE AQUI!

© SETEB. Direitos Reservados.